Conjuração contra Warlocks

     
Nunca diga meu nome em voz alta sem garantir a sua proteção!
De outra forma eu serei de grande perigo para você!
Sou o Espírito e o Mago à quem você não pode fazer obedecer ou atacar;
Pois se tentar, eu farei com que meus guerreiros do mais profundo
e tenebroso abismo do astral se liguem  à sua mente;
 e como uma praga se atem a sua pele e a sua alma.
E você não poderá dispensar-me ou dispensá-los.
Eu lhe influenciarei e lhe destruirei muito dura e impiedosamente;
De forma que minha egrégora assimilará e escravizará sua alma 
e se conectará à você totalmente.
Como é dito em nosso Manifesto:
"Esta é nossa Sagrada Garantia, nosso Laço;
uma Grande Maldição sobre todos que vêm a
 mim com esperanças fúteis no coração, pois…
seu Céu é nosso inferno, e nosso Inferno está
muito além de seu entendimento".
Portanto, se afaste em pensamentos ou ações contrárias sobre mim;
Pois meu círculo já foi preparado em primeiro lugar;
Pois sem que se apercebesse eu já invadi a sua mente.
Já conheço os sigilos exatos do espírito que te prende;
Muito antes de você iniciar os trabalhos contra mim.
Certifique-se!
Pois destruirei tudo que você mais deseja.
E irei conjurar contra você com poder indestrutível;
Pois, esta será a maneira que você irá aprender;
A provar do seu próprio veneno;
Originado pelo ódio que te cega e te ilude!
Pois saiba que;
Todo aquele que trai o seu Deus, uma egrégora ou os irmãos da senda é um Warlock.
Todo aquele que quebra um juramento Mágicko é um Warlock.
Todo aquele que se volta contra as forças que outrora o ajudara é um Warlock.
Todo aquele que revela ou abusa dos segredos de uma seita ou
Ordem à qual deixou de pertencer é um Warlock.
O Warlock é um traidor, e para os traidores não há lugar nem mesmo entre os demônios,
estes apenas lhe iludirão e o usarão para os seus propósitos maldosos e cruéis.
E, tão logo você para eles não tenha mais serventia, será então descartado e dizimado como o mais insignificante dos vermes.
Suas energias serão veemente sugadas e seu corpo físico e astral
perecerá lentamente até a morte e depois a segunda morte,  
tornando sua busca uma súplica incessante,
pois até a morte difícil tornar-se-á.


   

             Warlocks, na tradição cristã histórica, é o bruxo ou feiticeiro (no sentido pejorativo da idade média da Europa). Em geral  um "traidor",  "traidor a um juramento" ou quem rouba poderes de outras bruxas. São bruxos que aprenderam a fazer magia  e utilizaram contra a sua própria egrégora, ou contra seus irmãos. Para os Wiccanos, o termo "Warlock" significa um bruxo que foi expelido de seu círculo ou Cóven, quebrando juramentos, revelando segredos, trabalhando com magia negra ou cometendo outras traições, tais como, cultuar nos Sabás (Sabath) o lado negro dos deuses ou mesmo uma mais entidades demoníacas.

            A etimologia da palavra  "Warlock" se deriva inglês arcaico "Wærloga", ou aquele que quebrou um juramento, entretanto, uma fonte sugere que a palavra pode vir também do "Varð-lokkur" um arcaico  dialeto nórdico que significa: "o evocador de espíritos". Varðlokkur é traduzido também por "alguma  proteção mágicka". Uma etimologia mais especulativa interpreta também o termo "wærloga" como o homem que consulta o divino através das pequenas  partes de madeira com sinais místicos conhecidas pelos povos Anglo-Saxão e Escandinavo  por Runas. Esta última versão da etimologia parece ter sido criada para sustentar a opinião pejorativa cristã sobre os pagãos do passado, visto que segundo os Neo-pagãos, os "warlocks" nada tem a ver com pagãos que cultuam a Deusa e praticam a Arte Divinatória da leitura das Runas.
           
            Assim “warlock”, é o “traidor, o inimigo, o demônio ou diabo”; algo que está inserido como um aspecto de malignidade ou de alguém que tenha a alma negra e que quando percebido pelos irmãos do Cóven são automaticamente expurgados do meio ou do círculo.
           
            Uma vez expurgados estes aperfeiçoam em definitivo suas práticas em amaldiçoar, e são a fonte da correspondência e da negatividade da Arte Sagrada. Em minha trilha sagrada enfrentei e destruí mágicka e espiritualmente alguns "warlocks". Entre estes um era o líder de uma Confraria que se situava no bairro do Jabaquara em São Paulo, pois tentaram destruir irmãos que estavam ligados a mim pelo elo de nossa Sagrada Ordem. Neste caso específico toda força mágica do "warlock" e de seu Clã foi utilizada como contra-peso e os mesmos foram destruídos sem piedade, por força e pela ação do "Raio Negro" que eles mesmos criaram, tendo toda sua força aniquilada assimilada por nossa Egrégora que assumiu neste caso o papel de um sifão ou de um vórtice ou um buraco negro que tragou impiedosamente todos os nossos agressores. Este foi um caso raro de nossa história neste campo que está cheia de exemplos demonstrando somente que o poder invertido ou corrompido só traz resultados terríveis a seus evocadores, e que estes nada mais são que simples vítimas de um ou mais seres que julgam comandar,  mas que, na verdade são por eles escravizados.
            
            Tais fatos aterradores são infelizmente presentes em nosso cotidiano, onde a sociedade moderna vê o paganismo como culturas primitivas, considera estes fatos como o ficção. Assim sentimos a obrigação de esclarecer o real significado de "Warlock", como foi indicado corretamente, no dicionário do inglês de Oxford define o termo "Warlock" como um traidor ou  "oathbreaker" (quebra-juramentos), e esta certamente é a tradução mais fiel e verdadeira.