MATRIX

Sóror Fortuna

Absolutamente tudo o que acontece em nossa vida é o reflexo do nosso Universo Pessoal Mental, embora algumas situações são “sugeridas” pelos acontecimentos externos do dia-a-dia.

Vou, nas linhas que seguem tentar explicar esta afirmação, que talvez já tenha sido feita por muitos, mas que geralmente não é explicada de modo eficiente ou não é traduzida claramente de forma que possa ser feita uma ligação entre ela e os acontecimentos diários da vida do homem.

Muitas pessoas podem discordar num primeiro instante acreditando que pensam de uma forma e as coisas acontecem de outra forma, mas isto não é verdade é apenas um erro de análise, uma falta de lógica mental. Aliás, todos nós somos constantemente vítimas desta falta de lógica mental que assola a raça humana. Eu diria que é uma falta de percepção talvez ligada ao sentimentalismo e especialmente ao medo. Aos medos mais bobos que temos e que transformamos em pânico muitas vezes. Existem pessoas que tem medo de dirigir, por exemplo, e nunca aprendem a dirigir enquanto milhões de pessoas no mundo todo dirigem sem problema algum. É uma ação simples que pode ser facilmente executada por qualquer ser humano normal. Só que a pessoa em questão bloqueia esta capacidade na sua mente e assim sendo nunca poderá dirigir.  Esse é apenas um exemplo simples e o menos drástico talvez.  Há pessoas que pensam que não merecem ser felizes, não merecem ser ricas, não merecem ser amadas e assim transformam suas existências numa sucessão de desventuras. Há pessoas que embora acreditem serem dignas e merecedoras de tudo o que é bom, acreditam que a vida é injusta ou têm mania de perseguição. Neste caso eu diria que ela realmente está sendo perseguida. Perseguida por sua própria mente doente, a qual vai impedi-la de tudo o que ela mais deseja até o fim dos seus dias e vai morrer acreditando que a vida é injusta e foi feita para sofrer e redimir os pecados, a menos que possa escapar de sua própria mente e abrir a consciência para um nível superior de entendimento.

 

“A vida é aquilo que você pensa que é, e ao pensar você cria e atrai”.

 

Talvez agora você possa entender porque acima eu disse que algumas situações são “sugeridas” pelos acontecimentos do dia-a-dia. Acontece que você pode estar pensando: “Se a vida dependesse apenas de mim, estaria tudo bem, mas o meu chefe me incomoda, as contas para pagar, o vizinho, todas estas coisas influenciam e estão fora de controle.” Aí é que está o grande erro. Estas coisas estão em sua vida porque você as atraiu através do nível mental e agora elas se materializaram e exercem exatamente a função que você designou.  Muitas vezes não percebemos isso e isso se torna um ciclo vicioso. Há pessoas que se desesperam com as contas a pagar e se endividam cada vez mais mergulhadas naquele pensamento fatalista de que este mês o dinheiro não vai dar, o que eu vou fazer e esquecem que isto não devia ser o foco principal. De que adianta ficar afirmando que é pobre e que o dinheiro não vai dar, o principal é encontrar uma forma extra de ganhar dinheiro e fazê-lo render.

Quando uma preocupação nos atormenta, ou uma pessoa nos incomoda muito e não conseguimos dominar ou detectar isso a tempo, nossa mente cria uma atmosfera astral muito ruim que termina por atrair seres do astral inferior para a nossa esfera e também criar seres inferiores como lavras astrais, por exemplo. E, geralmente à noite somos atormentados por estes seres em sonhos, ou melhor, dizendo pesadelos, noites mal dormidas, acordamos cansados e nosso medo e tormenta tende a crescer. E, à medida que cresce alimenta estes seres que se deixarmos vão nos devorar literalmente. Vão nos vampirizar até a ultima gota de energia. Juntamente com o crescimento deles, crescem os nossos problemas, aumentam nossas dívidas, caímos doentes, etc.

Por isso é muito importante elevar o nível mental, pois da mesma forma que atraímos o astral inferior, também atraímos o superior, não há a menor diferença. Não é mais difícil entrar em contato com seres do astral superior do que do inferior, isso depende somente de você, do tipo de pensamentos que você cultua.  Ao invés de tentar atacar as pessoas que você não gosta apague-as do seu mundo mental e logo elas desaparecerão da sua vida. Ao invés de se preocupar com a dívida, dirija seu pensamento para uma forma de ganhar mais dinheiro, ao invés de acreditar em que a vida é feita para pobreza e sofrimento olhe a natureza e veja que ela é somente riqueza e fartura. Ao invés de temer demônios, venere os Deuses...

Lembre-se do segundo axioma hermético: “O que está em cima é como o que está em baixo e vice-versa”.  Quer dizer, o mundo material é como o mundo mental, e conseqüentemente também o mundo espiritual vai seguir o mesmo rumo que estes dois.  Ou seja, uma vida penosa aqui na terra não vai nos levar para o paraíso após a morte, pois tanto sofrimento e dor somente nos vão gerar sentimentos ruins e pensamentos macabros cheios de revolta e ressentimentos. Neste ponto os orientais estão certos buscando sempre o equilíbrio de corpo e mente, pois só assim o espírito pode encontrar a paz. Devemos, pois, nos policiar dia e noite, policiar o nível de nossos pensamentos e nossos atos para que sejam os mais elevados possíveis e reservar um instante por dia para silenciar a nossa mente e buscar se encontrar com o divino. Não importa a maneira como isso é conseguido, se é orando, meditando, escrevendo uma poesia ou ouvindo uma música suave. O importante é que este momento esteja presente a cada dia em nossa vida, pois este segundo pode recarregar nossas energias para um dia melhor e a cada dia melhor, uma vida melhor.

Não vou aqui dar nenhuma receita, pois cada ser é diferente do outro e cada um tem o seu caminho, por isso não existem verdades absolutas, não existe certo ou errado. Existem sim diversos meios que nos levam ao Absoluto.

A inteligência não está ligada ao nível de conhecimento, embora este último possa ajudar a estimular o cérebro. A inteligência está ligada à lógica do raciocínio, aprenda a dominar sua mente e será o senhor de teu destino.