GOLPE MÁGICKO

ãFrancisco Marengo

"Para que a humanidade evolua, ela deverá abraçar o entendimento e a compreensão de todo o conflito humano. A fundação de tal método é uma ciência espiritual que deva incluir o “método da ciência” e do "Amor sob vontade”. Um método mágicko e científico já existem no sistema esotérico ocidental; onde o primeiro lido deve ser o Livro da Lei; e então os trabalhos do Mestre Therion."
Frater Magister

Faz o que tu queres há de ser tudo da Lei

Uma pergunta predominante entre meus estudantes mais dedicados, seria, como transmutar poderes mágickos ou transformar essa energia em arroubos pragmáticos de Iniciações mais elevadas.

Um falso mestre, tolo que é, desanimaria seu discípulo à realização destes poderes mágicos que diriam eles estão desperdiçando o tempo com vôos do ego e da fantasia. Sugerem que um juramento que rejeite tais manifestações evitariam um esforço desperdiçador.

A hipocrisia no aprendizado de um sistema mágicko pode ser algo letal. Em meus ensinamentos eu procuro passar aos meus estudantes a realidade dos fatos.

Mas, não posso dizer que abandonar poderes mágickos e meditar na montanha por quarenta anos assegurará que a civilização se tornará amável e flexível e que sem qualquer ação por parte da mudança das atitudes por parte dos seres humanos fará com que tudo dê certo em conformidade com as aspirações e introspecções que só existem na realidade de uma alma doce e delicada. Não, a realidade da vida é bem outra e é pulando no meio do conflito que teremos condições de vivenciá-lo e aprender com ele de maneira a poder limitá-lo no futuro.

Ora, me vem a pergunta? Se você, dominar a si mesmo, e permitir a manifestação de poder e magia(k) em você, você poderá ajudar-se e ajudar os outros. Para isto você não pode impedir a manifestação daquelas partes do seu “self” nos planos da existência que criam as ligações mágickas às iniciações mais elevadas. Só assim você terá o poder mágicko de golpear de encontro àqueles que possuem uma alma doente e diabólica. Libertar os instintos da criança mágicka trará à tona em seu ser a alegria, a iluminação e a felicidade que estimula o excitamento primal e nos faz saltar para mais adiante à experiência para o despertar da Verdadeira Vontade.

Assim começamos a concluir que se sua vontade for o todo da lei; você não poderá cortar partes de você mesmo, nem por Juramento ou por desculpa.

Quanto a meditar na montanha, bom, depois que você alcançou a Iniciação você saberá que esta não é à maneira de nosso eremita. Você necessita permanecer no toque com a realidade de quem você é realmente, e executar da forma mais eficientemente a sua vontade. O amor de sua magnífica mulher, de sua Sacerdotisa é tão importante no caminho do crescimento interior e da experiência mágicka científica e religiosa quanto o transe mais elevado; e para aquele que se permite entender -- a magnífica Sacerdotisa com o seu “amor sob vontade” poderá trazer seus transes para o mais elevado estado espiritual. Ela será a Sacerdotisa do deus despertado em você, para que a verdade possa fluir pela humanidade, permutando a energia estagnada manifestada, nas formas das verdades invocadas.

Permita assim, que o místico conheça a essência de um animal selvagem – afinal não é dessa forma que agem os Xamãs? – e uma vez encontrado esse animal selvagem dentro de si - não rejeite a experiência, não faça como o medroso feiticeiro que é guiado pelo ódio. Se alguém tem raiva e permita que ela se manifeste, pois a raiva de alguém ou de uma situação não é o ódio destrutivo condensado, a raiva unicamente traz o desejo de mudança. Retorne de suas projeções astrais a forma física com a experiência de que se integrou com a besta e o deus interior equilibrado dentro do Sacerdote Supremo.

Agora posso dizer, eu encontrei um gesto mágicko e um sigilo, isso me faz retornar a meditação mais solene sobre a maior aventura da experiência humana e que me mostrasse à verdade da existência fenomenal, e que me castraria de outra maneira, se eu não abraçasse tal experiência.

Assim, conseqüentemente este é meu conselho a esta pergunta que é caluniosamente ignorada e rejeitada pelos falsos magistas e gurus; e eu por minha vez, rejeito abertamente o seu método de ensino que se dê através da castração espiritual e só torna estudantes presunçosos, sem nenhuma introspecção, técnica, além da imaturidade absoluta.

Use seus poderes mágickos para se transformar num deus; para transformar seu desejo de progresso numa aspiração maior que excitará a aventura na Senda da Verdadeira Vontade.

Não adianta dizer que os milagres em seu caminho abundam, pois nenhum ato é maior que a virtude para criá-los você mesmo; e para passar adiante com alegria e iluminação na grandiosa aventura na busca  da Verdadeira Vontade.

O excitamento somente começou, não se esqueça de que esta é a época do crescimento natural da criança interior.

Eu me moldo para mostrar a alegria e o entusiasmo para a realização da Grande Obra através de Thélema. Quando alguém aparece nos limites de meu círculo demonstrando-se mesmo remotamente hostil ou sarcástico, eu me surpreendo e até me decepciono, mas ao mesmo tempo, observo com mais cuidado, contemplo a ação, e ajo de forma enérgica em cima deste. Mas por outro lado, muitas vezes limito também meu campo de ação e meu orgulho e me retiro, a fim de que não haja um erro em minha observação, não sem antes estalar o chicote na longa língua do tolo. Eu já observei e comentei que muitos aspirantes arrancam os cabelos na  esperança que o Adepto sempre lhes traga uma solução para todos os seus problemas, pois tem preguiça de desenvolver a concentração e a falta de paciência que constituiria a ação mais apropriada.

Um exemplo excelente é recentemente quando um irmão conversava  comigo e comentava de forma desdenhosa sobre um outro irmão que havia cometido algumas falhas e ter sido ameaçado de expulsão. Eu apenas sorri para suas palavras, e observei. Eu tinha lhe dado bastante corda para o linguarudo felino tropeçar nela mesma. O inocente não pode ser punido por não saber, mas o desdenhoso o faz por capricho e se alegra com o tropeço dos outros.

Thérion nos diz que "fortifiquemos o justo" e "eliminemos o inadequado" e se deve observar que é bastante desagradável a necessidade de uma expulsão ocasional; sem observar algum tipo de linha de conduta para assegurar que nossa posição é absolutamente limpa e honesta. A ação feita, não pode envolver nenhum resquício do ego inferior por parte do Adepto.

Além disso, o procedimento na S.O.T.O. que é uma Ordem existente plano manifesto pelo Gesto Mágicko, é completamente diferente em relação com a atitude que você deve ter em relação com uma Ordem espiritual como A.’.A.’.  A Astrum Argentum é uma Ordem espiritual e não existe no plano físico; e além disto, neste caso você estará tratando das complexidades do juramento mágico; e das regras substabelecidas que são invocadas no manifesto da A.’.A.’. intitulado UMA ESTRELA À VISTA. Somente a experiência pode inteiramente dar-lhe a introspecção verdadeira em como seguir em determinadas situações.

Ao tratar do aspirante pelo correio eu jamais lhes escrevo palavras que não lhes diria pessoalmente. Do contrário seria o mesmo que demonstrar que não existem diferenças entre um soldado profissional que não ousa lutar e um tolo.

É infinitamente mais honesto ser consistente e prestativo em sua instrução.

Em contradição ao acima exposto, é importante recordar que uma letra escrita é como um talismã mágicko poderoso porque é um ato concentrado, e pode ser tão mortal como um ferimento feito pela espada de um espadachim perito.

Amor é a lei, amor sob vontade.