Fonte entrevista concedida no fórum Universo Pagão: http://www.universopagao.com/forum/index.php?showtopic=2421
Esta é uma entrevista diferenciada, pois entrevistamos este casal e algumas perguntas tem duas respostas, para distinguir Frater Magister (FM) e para Sóror Anatheah (SA).
 
12/Set/ 2005, 11:17 AM

FWB.Qual o Nome de registro de vocês? E qual o nome que vocês usam perante a S.O.T.O.?
FM: Meu nome Francisco Marengo com o mote ou apelido mágicko de Frater Magister e Giselle Galvão com o mote ou apelido mágicko de Sóror Anatheah.

FWB.Há quanto tempo estão unidos?
Um ano e meio aproximadamente.

FWB.Qual a origem da Society Ordo Templi Orientis (história)?
Bom para contar a história da S.O.T.O. deveríamos começar com a de Aleister Crowley de onde a nossa Ordem possui suas origens. A.C. nasceu em 12 de Outubro de 1875 e.v. em Leamington, Inglaterra. Sua família eram membros muito devotos de um culto cristão denominado os Irmãos de Plymouth. Este culto era, de fato, muito restrito que tinham um intense ódio e repulsão desenvolvido que se tornaram dogma para estes cristãos. Aleister Crowley tinha um alto nível intelectual. Tais características originais no karma de sua vida conduziram Crowley olhar em direção e examinar qual trajeto deveria levar sua vida. Começando por se rebelar contra a sua religião de restrição, iniciando assim seu fantástico trajeto na Magia(k) e na Iniciação.
Durante essa busca pela sua iluminação ele foi apresentado para George Cecil Jones por intermédio dos Mestres Secretos. Mr. Jones o tornou membro de uma organização oculta denominada; THE GOLDEN DAWN ou AURORA DOURADA. o líder desta organização era um Mago chamado S.L. MacGregor Mathers. Em 1898 e.v., Aleister Crowley recebeu sua primeira Iniciação na Golden Dawn conforme a Tradição Esotérica Ocidental. A.C. foi membro da Antiga Golden Down por dois anos, antes que acontecessem alguns eventos que o forçaram a sair.
Liber LXI descreve o ocorrido que causou a separação de Crowley junto a esta Organização. Basicamente, A.C. insatisfeito com pureza da Corrente e da Verdade imposta pela Iniciação que a Ordem impôs para que ele representasse.
Em torno de 1900 e.v., A.C. criou no México, sua primeira Ordem Mágicka, L.I.L., Lamp of the Invisible Light ou Lâmpada da Luz Invisível . Entretanto ele deixou esta Ordem para trás e nunca soube o que foi feita dela. Uma outra semente seria plantada em sua emocionante carreira de Mago.
Em 1903 e.v., Aleister Crowley casou com uma mulher chamada Rose Kelly. Foi Rose Kelly quem estava com ele em lua de mel no Cairo quando o livro da Lei foi concebido por Aiwass o Ministro de Hoor-Paar-Kraat. Tudo isto é detalhado no livro o EQUINÓCIO DOS DEUSES.
Em 15 de novembro de 1907 e.v. a A.·.A.·. se Manifestou pela Tríade dos Planos Elevados e reestabelecida. Este dia é chamado pelos memebros da A.·.A.·. como a FESTA DA REFORMULAÇÃO onde grandes invocações e celebrações são realizadas em todo mundo.
Theodor Reuss, da antiga O.T.O., tentou impedir que Aleister Crowley implantasse a Lei de Thélema na O.T.O.. Dias depois, em 27 de Novembro de 1921, e.v., ele escreveu em seu diário: "Eu me proclamei O.H.O. (Cabeça Externa da Ordem) e Frater Superior da O.T.O. ou Ordem dos Templários Orientais". As forças mágickas dessa conquista tornaram isto realidade quando em 28 de Outubro de 1923, e.v., Theodor Reuss foi executado pelos Deuses para permitir que o profeta desse o seu passo em direção a liderança mundial. Sim, Aleister Crowley não herdou a O.T.O. num sentido ordinário; ele tornou isso possível.
Em 14 de março de 1942, e.v., Aleister Crowley fez de Karl Germer seu Sucessor na O.T.O.. E assim ele permaneceu até a morte de Aleister Crowley morreu em 1.o. de Dezembro de 1947, e.v., Karl Germer permaneceu como Cabeça Externa da O.T.O. até sua morte em 1962 e.v.. Quando Karl Germer morreu nos braços de Sasha Germer ele tornou público seu desejo que Marcelo Motta (O verdadeiro mestre de Paulo Coelho, Raul Seixas e Euclides Lacerda de Almeida que forma fundadores da Sociedade Alternativa) se tornasse seu sucessor. Na famosa Carta de Sucessão de Karl Germer para Marcelo Motta. E a carta que Sasha Germer escreveu é datada de 30 de Outubro de 1962, e.v.. Isto é prova absoluta da verdade de que Marcelo Motta se tornara o O.H.O.. (Note que qualquer sanção de Aleister Crowley para Grady McMurtry eram sujeitas a aprovação de Karl Germer. A carta de 30 de Outubro dizia que Grady McMurtry era um mentiroso e um traidor ao tentar se tornar o O.H.O. da Ordem).
Posteriormente, Karl Germer através da carta de sucessão legou a Marcelo Motta o comando definitivo da O.T.O. Entretanto, Marcelo Motta perdeu para Grady McMurtry em cortes americanas o direito de utilizar-se das siglas O.T.O., passando então a acrescentar a o termo Sociedade ou Society antes da sigla Ordo Templi Orientis. Com a morte de Marcelo, outro destacado membro, o médico americano David Bersson, que ingressou na O.T.O. e na Astrum Argentum, no verão de 1972 e.v., colocando-se sob a tutela direta de Marcelo até a sua morte em 1987 aos 53 anos de idade.
Aqui termina uma breve história da O.T.O. até os dias atuais. Desde seu estabelecimento como organização não sectária nós adicionamos o termo Society antes da O.T.O.; e para nossos propósitos legais nos nos chamamos de Society O.T.O. ou Society Ordo Templi Orientis.

FWB.O que é e o que faz a Society Ordo Templi Orientis Brasil?
FM: É sempre muito difícil ao entendimento profano quando queremos nos manifestar a respeito de uma Fraternidade Esotérica. Normalmente os manifestos e demais declarações vêm com uma enorme gama de predisposições cifradas ou cobertas por um véu de mistério amplamente desnecessárias nos dias de hoje. Qualquer organização, verdadeiramente ligada nos planos mais sutis e elevados será sempre auto seletiva, isto porque, naturalmente aqueles que não possuem a predisposição necessária para uma elevação em seus sentimentos ou padrões de percepção ou até mesmo em seu conjunto de atitudes são automaticamente suprimidos porque desmoronam facilmente ante as primeiras provas de caráter iniciático também chamadas de Ordálias do Conhecimento. Neste aspecto em todas essas sérias organizações que me referi, existe uma classe de seres encarregados de manter o nível vibratório dos membros da organização. Assim que se evidencia uma baixa desse padrão, uma espécie de Polícia Oculta entra em ação criando toda a sorte de obstáculos e desconfortos fazendo com que o indivíduo pernicioso ao equilíbrio do sistema automaticamente se sinta compelido a se desligar da mesma.
A maioria das pessoas está à espera de um milagre, entretanto, nossos estudos evidenciam que nenhum milagre realmente existe, no sentido de que as leis naturais possam ser quebradas. Existe porém um total desconhecimento por parte dos seres humanos do enorme manancial a sua disposição no que se refere a essas leis naturais.
Quando alguém é curado por uma simples benzedeira, muitas vezes analfabeta, mas repleta de cultura popular, geralmente por alguma doença que a medicina tradicional não encontra explicações ou a cura, os homens de ciência já automaticamente encontram uma explicação que lhes seja plausível, mas não a realidade de que tal pessoa consciente ou subconscientemente encontrou ou já havia encontrado o verdadeiro caminho para sorver um pouco desse manancial cósmico que mencionamos. A explicação simplificada que tudo se baseia na fé já não satisfaz a mentalidade amplificada e analítica e porque não dizer holográfica, do ser humano, no século XXI, a exceção das mentes ignorantes.
Assim o ser humano se vê envolvido numa busca onde já não existe um caminho de volta. A enorme gama de mistérios sobrenaturais aparentemente insondáveis e inexplicáveis até os dias de hoje, dizem respeito à natureza interior do homem e suas potencialidades. Na verdade o homem desconhece a grande interação invisível pois adjunto ao plano físico está o plano astral, mental e espiritual, cada um agindo como a causa e efeito do plano seguinte. Assim também como passamos a evidenciar que as forças, supremas e energéticas que movimentam o universo obedecem a um grande plano cósmico que envolve Leis Naturais Universais junto com um conjunto de seres regidos por uma hierarquia encarregados de fazerem fluir essas leis.
O ser humano, tal como um imã, também é envolvido por esse conjunto em seu campo magnético, além de ser gerador de outras energias. Isto é explicável pelo choque de energias tanto de atração como de repulsão de uma pessoa à outra, quando suas auras se encontram.
Assim, não consideramos nossa Augusta Ordem como única portadora e conhecedora desses mistérios, mas podemos definitivamente dizer que ela permanece ainda nos dias de hoje como herdeira e preceptora do conhecimento e da sabedoria sagrada contida nas seguintes irmandades:

- A Igreja Gnóstica Cathólica;
- A Ordem dos Cavaleiros do Espírito Santo;
- A Ordem do Templo (Ordem Templária);
- A Ordem dos Cavaleiros de São João;
- A Ordem dos Cavaleiros de Malta;
- A Ordem dos Cavaleiros do Santo Sepulcro;
- A Igreja Oculta do Santo Graal;
- A Fraternidade Hermética da Luz;
- A Sagrada Ordem da Rosa Cruz de Heredom;
- A Ordem do Sagrado Arco Real de Enoch;
- O Antigo e Primitivo Rito da Maçonaria (33 graus);
- A Ordem dos Martinistas;
- A Ordem ou Ordo Illuminati.

Acrescido a nossa Ciência Hermética e Thelêmica está:
- a Magia Egípcia;
- Os ritos da Antiga Grécia, Pérsia, Egito e Suméria,
- A famosa Corrente "93" composta pelas Correntes Tifoniana e Ofidianas,
- A Sagrada Magia de Abramelin;
- O Sistema Aurum Solis;
- A Magia Sexual e o Tantra;
- O Sistema de estudo teórico e prático da Qabalah;
- O Sistema Enochiano;
- A Magia Planetária;
- O Sistema da Magia de Salomão;
- O estudo e a compreensão da Goetia;
- A Astrologia Oculta;
- Práticas de Ataque e Defesa Astral;
- A moderna Kaosmagick de Spare ou Magia dos Sigilos;
- Curas Bio-energética, Chacras e Anatomia Oculta Chinesa;
- Sistemas Divinatórios do Tarot e do I Ching;
- Formas da Sagrada Yoga;
- E a verdadeira Escola Gnóstica da Magia Cerimonial ou Teúrgica que
finalizam englobando o magnífico acervo místico, mágico e cultural da
S.O.T.O.

O Verdadeiro Crescimento Interior só pode existir quando ele estabelece uma linha paralela ao crescimento da verdadeira moral (não da falsa moral repleta de preconceitos doentios) e do verdadeiro intelecto espiritual e material de todos os membros da Ordem. Não se deve esperar com isto facilidades ou comodidades, pois elas não existirão e todos serão verdadeiramente testados tanto nos mais profundos campos de sua psique, como nos campos exteriores de sua resistência física.
A Society Ordo Templi Orientis abraçará a todos que resolverem partir junto conosco em busca da "Luz Maior" , independentemente de raça, sexo ou nível social, com um autêntico simbolismo Templário bastando para isso que sejam maiores de 18 anos e tenham bons antecedentes.
A pessoa interessada poderá iniciar o trabalho para abertura de seu próprio "Grupo de Estudos" que futuramente poderá culminar na formação de futura Loja, ou participar das atividades de uma Loja mais próxima em sua localidade.

FWB.Quais os fundamentos?
FM: Para promulgar a filosofia contida no Livro da Lei para a humanidade e conseqüentemente uma melhora nos padrões da vida, da liberdade, da luz e do amor, estabelecendo uma dinastia espiritual e uma hierarquia completamente dentro dos limites apropriados da Lei de Thelema. Para promover as atividades necessárias à consecução dos seus princípios; buscar o aumento da dignidade e tolerância mútua entre todos os seres e estimular a organização das instituições e para vivificar todas as atividades congregadas com seus objetivos e seus princípios. Para isto nós: Estabelecemos apoio a entidades educacionais, hospitais, clubes, bibliotecas, e atividades similares; Promovemos recursos para o estudo através, das palestras, das conferências e dos seminários, das exibições de arte, de jogos esportivos, de edições literárias, e de outras formas de comunicação; além de criarmos lojas internas e organizações.

FWB.Qual a função de vocês dentro da S.O.T.O.?
FM: Eu sou o Dirigente para o Brasil com uma função mais institucional e Soror Anatheah dirige a Ordem administrativamente.

FWB.Para ser membro da S.O. T.O. é necessário ser convidado?
FM: Não, mas será necessário enviar uma ficha proposta cadastral e se submeter a aprovação o Conselho Mestre. Assim, admissão dos membros será feita com a deliberação da diretoria e com o consentimento do Supervisor Geral.

FWB.Existe pré-requisito para se tornar membro? Quais são eles?
FM: Sim, ser maior de idade, ter bons antecedentes e principalmente boa saúde física e mental, para que possa se submeter as Ordálias Iniciáticas.

FWB.A S.O.T.O é uma sociedade Secreta?
FM: É importante a distinção entre o que seja uma Sociedade Secreta, uma Ordem Invisível e uma Organização aberta. A Sociedade Secreta que é o caso da S.O.T.O. retém seus estudos e mantém sob segredo seus membros. Na S.O.T.O. existem pessoas hoje, notoriamente conhecidas no cenário brasileiro tanto artístico, como político, mas que preferem manter suas identidades sob sigilo, o que é compreensível, o desejo de não exposição. Uma Ordem Invisível é uma organização sem estrutura sede física, ou fixa que é o caso da A.'.A.'. e finalmente a Organização aberta que é o caso hoje em dia de algumas Organizações ditas como Maçônicas ou Rosacrucianas, que não passam de clubinhos de encontros sociais mais para o estilo Rotary ou Lions Clube do que para uma Organização Esotérica.

FWB .Qual a relação da S.O.T.O com a Maçonaria?
FM: Nenhuma, a não ser pelo fato da nossa Ordem manter uma estrutura de Lojas muito similar a estrutura Maçônica.

FWB.A S.O.T.O pode ser considerada como uma religião?
FM: Não. A S.O.T.O. é uma fraternidade mágicka por assim dizer, com uma finalidade específica para sua existência. Entretanto dentro da S.O.T.O. nós temos a Eclésia Gnóstica Cathólica e a Umbanda Vodu Gnóstica, ambas religiões dentro de um contexto thelêmico.

FWB.Devo aceitar algum dogma para unir-me à S.O.T.O?
FM: Você deve ser livre e aceitar a divindade dentro de si mesma, para isso existe o Liber Al Vel Legis - O grimório último que trata dessa Lei de Liberdade e da Vontade Interior ou Thélema.

FWB.Se eu estiver seguindo uma outra tradição como Wicca, Budismo, posso continuar nelas ao entrar para S.O.T.O?
FM: Sim, perfeitamente.

FWB.Uma vez que eu for iniciado na S.O.T.O posso manter contato ou reuniões com outros membros?
FM: Com certeza, isto é feito por ocasião de nossas Iniciações ou
comemorações.

FWB.Quais são os sites que vocês mantêm e qual a finalidade de cada um deles?
Site da Sacerdotisa 666 ou Soror Anatheah que enaltece a Wicca
http://www.asacerdotisa.hpg.ig.com.br


Site Escola Iniciática Esotérica "Caminhos da Tradição".
http://www.cursosdemagia.com.br

FWB.Quais os cursos vocês oferecem e explique um pouco de cada um deles.
FM: O Curso Básico de Magia que é o mais interessante, tanto para quem está começando como para aqueles que acham que sabem, mas não sabem nada, ou melhor dizendo nunca ousaram praticar magia em vias de fato.
O Curso Intermediário de Magia que é o continuísmo do primeiro. Muitas pessoas que entraram no Curso Intermediário acabaram voltando para o Básico pois perceberam que sua base alicerçada em meia dúzia de sites exotéricos e algumas folheadas em livros de magia, não eram suficientes para compreensão do Todo.
O Curso de Encantamentos e Magnetismo que envolve a Magia Talismânica, Astrologia, Magia Divinatória, etc.
O Curso de Latim com práticas de conjurar, interessantíssimo e absolutamente necessário para quem almeja enveredar-se pelo caminho mágicko - este é um curso inédito no Brasil.
O Curso da Magia Enochiana, sobre o sistema de Tabuletas mágickas de John Dee e Edward Kelley. Este também foi um lançamento inédito no Brasil e pouco depois outros lançaram também.
O Curso de Mandalas, o de Feng Shui, o de Wicca, e agora mais dois inéditos: O Curso da Kabbalah Financeira e da Sagrada Magia de Abramelin. Detalhe o curso de Feng Shui formará consultores reconhecidos e dioplomados pela entidade internacional Feng Shui Association e todos os outros terão diploma expedido pela Society Ordo Templi Orientis.

FWB.Como vocês encaram a responsabilidade que tem ministrando tantos cursos diversos?
FM: Com muita naturalidade, fazemos o que gostamos, Magia é a nossa vida, temos prazer em ensinar e tentar interpretar o intrincado caminho do Conhecimento Oculto. Nos doamos e fazemos tudo de coração em pról de nossa causa.

FWB.Vocês sendo casados facilitam o lidar com a magia?
FM: Mais do que o fato de sermos casados, e sim para o fato de termos muitos gostos em comum e nos darmos muito bem. Soror Anathea é o meu complemento e eu o dela com certeza.

FWB.Como vocês conseguem conciliar o trabalho de vocês com a criação e educação de uma criança dentro dos preceitos mágicos?
FM: Da forma mais natural e saudável possível, temos ao todo 4 filhos, eu dois do primeiro casamento, a Stéphanie e o Rafael, uma linda garotinha que tenho em comum com a Sóror, a Rayssa Caroline que nasceu a pouco mais de dois meses, e Soror Anatheah com uma filha linda também do seu primeiro casamento, a Natasha. Já percebeu que somos pais corujas ao extremo.
(risos). Todos os nossos filhos são esportistas, atletas assim como os pais, todos têm excelentes notas escolares, são prestativos, solidários, respeitam a natureza e o melhor já evidenciam o mesmo gosto pelas Ciências Ocultas, coisa que lentamente vamos transmitindo conforme eles vão crescendo.

FWB.Como vocês encaram a participação de crianças em rituais?
FM: Desde que não sejam Rituais que possam causar algum tipo de trauma ou constrangimento na criança, não vejo problemas.

FWB.Vocês realizaram ou relizarão algum ritual de batismo para seu(ua) filho(a)?
FM: Sim realizamos um Ritual Pagão muitíssimo belo para nossos filhos. Mas deixaremos que eles se sintam livres no futuro para seguirem a religião que lhes aprouverem.

FWB.Qual a opinião de vocês sobre linhas de magia como o xamanismo?
FM: O Xamanismo é parte integrante daquilo que chamamos de Magia, Magia de Cura, etc. O sistema xamânico em inúmeros aspectos pode ser importante para a compreensão do que seja Magia como um todo.

FWB.Qual a opinião de vocês sobre outras vertentes do neo-paganismo, como a wicca?
SA: Bom eu como Wiccana, o que prova que um Wiccano pode ser thelemita, assim como Gerald Gardner foi também, tenho que na verdade, Wicca é o nome moderno da "antiga religião", conhecida como bruxaria. A maior surpresa sobre a bruxaria, para a maioria das pessoas, é que "não somos adoradores do diabo", " nem instrumento do poder do mal."
Veneramos uma entidade feminina. Uma Deusa. Conhecida por vários nomes. Entre eles podemos citar: Ceridwen, Gaia, Astarte, Atenas, Brígida, Diana, Isis, Melusine, Afrodite e por muitos outros nomes divinos. Assim, veneramos também um Deus. O Grande Deus Cornífero, também conhecido por: Cernunnos, Attis, Pã, Daghda, Fauno, Frei, Odin, Lupercus e por muitos outros nomes.
Nas histórias de terror contadas pelo folclore em todo o mundo as bruxas com suas Bruxarias sempre foram vistas como coisas bizarras ou do mal. Aqui estou, na condição de bruxa, para mostrar a verdadeira realidade e proteger a dignidade dos bruxos e bruxas que ainda existem e que agora estão se multiplicando em todo o mundo. Começo explicando a origem do nome wicca ou wicce, palavra de raiz anglo-saxã, que significa moldar ou as pessoas que moldam suas vidas. A wicca (ou bruxaria) é uma religião de origem xamanística, com traços celtas. Muitos não consideram a wicca uma religião, porque acham que é uma seita ou um culto ao diabo. Isso teve início quando a Igreja Católica começou a ter força na Europa Ocidental. A partir daí, começou a perseguição e execução de muitas bruxas, o que deu origem à chamada Inquisição. Nesse evento, muitos inocentes foram executados por acreditarem em outras religiões. Ao contrário do que muitos imaginam, a nossa religião wicca é baseada na vida e no amor. Procuramos entrar em harmonia com a natureza e respeitar e cuidar do nosso planeta. Acreditamos que tudo é formado por dois pólos opostos: a Deusa Tríplice e o Deus Cornífero. A Deusa Tríplice apresenta as suas três faces: a donzela, a mãe e a anciã. É dela o útero germinador de tudo que tem vida neste mundo. É ela quem dá à luz ao mundo e tudo que nele existe; ela é a bela mulher que dança e rodopia feito uma espiral no meio do campo florido. Ela é a lua que brilha todas as noites. O Deus Cornífero é aquele que semeia o útero da Grande Deusa, que a espreita no meio do mato enquanto se prepara para agarrá-la como um bicho prende sua caça. Ele é o sol que ilumina a cada dia. Juntos, eles nos dão vida. São duas forças opostas que se unem gerando apenas uma. Infelizmente, o Deus Cornífero é confundido com o satanás da Igreja Católica, em razão de sua coroa de chifres. Nós, bruxas, não adoramos o diabo e nem cultuamos o demônio. Isso é pura especulação política do cristianismo medieval e atual. Na wicca, ensinamos que é necessário ter duas forças opostas, porque acreditamos que uma religião baseada apenas em um único deus é tão desequilibrada quanto a baseada em apenas uma deusa. Nós reconhecemos os dois lados dos deuses, tanto o lado claro quanto o escuro.
Quando se diz escuro, não quer dizer mau ou ruim, e sim justo. Por exemplo, se o homem destruir a natureza, a natureza também destruirá o homem. Isso é ser justo. Cabe falar um pouco sobre as comemorações wiccans, que denominamos Roda do Ano, onde se festejam os sabás e os esbaths. Os sabás são festivais baseados no ciclo do Sol, que dão origem às estações do ano. No total, são oito sabás. São eles: Lammas ou Lughmasat; Mabon ou Equinócio de Outono; Samhain, que é o famoso Dia das Bruxas; Yule ou Solstício de Inverno; Imbolc ou Caldemas; Ostara ou Equinócio de Primavera; Beltane; e Litha ou Solstício de Verão. Existe uma grande confusão a respeito dos sabás, pois existem dois calendários: o do Norte e o do Sul. No Brasil, muitos bruxos utilizam o calendário do Norte, achando que não se tem "clima" para se comemorar os sabás em suas datas diferentes das do Norte. Na opinião formal, se não comemoram-se os sabás nas estações certas, a energia humana diminui muito, ficando sem sentido festejar o inverno enquanto é verão. Os esbaths são comemorações à lua cheia, que para os wiccans é um dia de santidade e espiritualidade. No total, são 13 comemorações por ano, que marcam o final do ano lunar,que, para os wiccans, treze luas cheias significam ano novo. A wicca é uma religião baseada na magia, mas a maioria pensa que magia é acender velas coloridas, fazer algum feitiço ou ritual.Mas não é só isso, magia também é gerar um filho, dar à luz a uma criança, cozinhar, viver. Este é o verdadeiro sentido da magia. Muitos também pensam que as bruxas fazem magia negra.
Cabe explicar que nós, bruxas, não acreditamos no conceito do bem ou do mal. Podemos usar da magia para ajudar uma pessoa ou para prejudicá-la. Isso significa, portanto, que a magia não é má, ela é o que se desejar que ela seja. Um dos princípios que a wicca defende é "faça o que quiseres desde que não prejudiques ninguém". Sendo assim, antes de se fazer um feitiço ou ritual, deve-se pensar muito sobre as conseqüências desse ritual, pois acreditamos na chamada "lei do tríplice retorno". Essa lei prega que tudo que se faz retorna três vezes pior ou melhor, dependendo do tipo de sentimento que se coloca no feitiço. Quando praticamos nossos rituais ou feitiços fazemos sempre dentro de um círculo de energia, e invocamos a Deusa e o Deus para que compareçam. Invocamos também os quatro quadrantes, que são as 4 direções representadas pelos quatro elementos: ar, fogo, água e terra.
Encerramos os nossos rituais agradecendo à Deusa, ao Deus, aos quatro elementos e fechamos o círculo. Infelizmente, muitas pessoas pensam que fazemos nossos rituais usando sangue ou fazendo sacrifícios, mas isso não é verdade, pois a Deusa não admite que façamos mal à natureza.

FM: Bom, no que tange a Wicca, eu sou um mero Sacerdote de minha linda Sacerdotisa. (risos)

FWB.Vocês acham saudáveis a inclusão de técnica diferentes em trabalho de magia?
FM: Perfeitamente, Magia também é isso, pois existe também o seu lado pragmático, ou seja, MAGIA PRAGMÁTICA que é a que faz uso apenas dos símbolos pessoais, do fator de ressurgência atávica, do simbolismo presente no sub-consciente do operador. É aquela que carrega o conhecimento pessoal do magista ou operador, conhecimento este oriundo de sua Gnose pessoal. A Magia natural também é outro exemplo.

FWB.O que vocês acham da atual situação do paganismo no Brasil e no mundo?
SA: Olhe infelizmente, não creio que seja das melhores, pois cada um criando um sistema próprio muitas vezes sem o devido conhecimento, denigrem a imagem daquilo que chamo de Neo-Paganismo, e não de Paganismo em si, pois este último creio que já deixou de existir. Veja, os Modus Operandi de cada Cóven poderão ser inúmeros, mas os princípios básicos deveriam ser respeitados.
Com este fito, criamos a A Sociedade Wiccana que foi fundada em 26/10/2002 vide:http://www.asacerdotisa.hpg.ig.com.br. O objetivo da Sociedade Wiccana é além de unir os wiccanos do Brasil, a orientação e ajuda para a formação de covens, a divulgação da Wicca no Brasil, a quebra de preconceitos contra esta religião e a formação de uma comunidade forte de auto-ajuda onde os membros associados se ajudam de diversas formas, como divulgação profissional, doações, ofertas e pedidos de empregos, etc. Os membros da Sociedade Wiccana mantêm entre si um elevado padrão ético reforçado por um juramento mágico de ajuda mútua, fraternidade e lealdade.
Nosso objetivo é tornar a nossa Sociedade mais humana voltando inclusive nossos olhos para a preservação ecológica do nosso planeta. Outro objetivo é a orientação e o estudo da Sagrada Arte, onde haverá ensinamentos desde os níveis mais primários até os mais elevados. Também serão promovidas Iniciações, casamentos, batizados e as comemorações dos principais festivais wiccanos também conhecidos como sabaths e esbaths.Todos os associados à Sociedade Wiccana recebem gratuitamente um Curso Básico de Wicca, como uma orientação primordial e essencial para aquele que deseja seguir este caminho.

FWB.Deixa uma mensagens para os menbros de nosso fórum:
FM: Bom vou colocar aqui um texto que escrevi com SA, quem na época foi bastante divulgado pela net, e em diversos fóruns e outro que escrevi como uma homengem pessoal a todas as Sacerdotisas da Deusa.

--------------------------------------------------------------------------------

Aos Cegos

Francisco Marengo & Giselle Galvão (A sacerdotisa 666)


A eles só me resta dizer que se não podem olhar o horizonte, pelo menos que sintam o vento que vem do nada e se vai para onde ninguém nunca sabe.
E ainda que não possam olhar o horizonte com os olhos do corpo, que vislumbrem com os olhos da espírito.
E ainda que te seja impossível imaginar o horizonte porque afinal sempre foste cego, olhe com os olhos do espírito porque ainda que tenha os olhos fechados não é cego e nem poderia ser, mesmo que às vezes feche os olhos...
Sei que o horizonte é a distancia onde se perde a mirada... Mas em que direção está teu horizonte?
Vós que sois cegos, como olhais ao redor para buscar vossos horizontes?
O Horizonte muitas vezes me cabe entre as sobrancelhas, outras vezes não...
Aos cegos somente posso dizer que se não podem ver que pelo menos escutem...
Escutem a voz que vem das trevas interiores de teu ser, mas que está repleta de luz...
E, se não podem ver, pelo menos saibam que muitos por mais que enxerguem não conseguem verdadeiramente ver, que a grandiosidade da criação está nas mais pequeninas coisas.
Que o mundo por vezes é tão grande e que por outro lado parece que cabe na palma da mão.
Que a solidão é a ilusão não de quem fecha os olhos, mas daquele que perdeu a capacidade de sentir.
E aquele que não pode mais sentir, perdeu a capacidade de sonhar, e sendo assim não será ele simplesmente cego, mas talvez morto, pois a pior cegueira que existe não é aquela dos olhos e sim a da alma, da mente e do espírito.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Arcanum 2 - A Sacerdotisa

Por Francisco Marengo

"E num último olhar um suspiro... Sob o fogo crepitante, ele via seus olhos chamejantes, pois cercada pela fumaça e pelo fogo da inquisição, emanava-se a cor púrpura de seus cabelos, refletindo-se em suas vestes rasgadas, o rosto pálido emudecido pelo terror da terrível força que a aniquilava, anulando o raciocínio e a vontade, transformando a vida de quem outrora era a Grande Sacerdotisa repleta por um amor puro e desinteressado, e que agora só lhe restava como sentimentos a miséria e a decepção. A morte ser-lhe-ia o alívio para as torturas sofridas, os flagelos e o desespero."

(Retratos da Inquisição por FM)

Faz o que tu queres há de ser tudo da Lei

Não queremos ter para com a morte a atitude fatalista. Nem a coragem louca; nem tampouco o apego excessivo à vida, muito menos o pânico de muitos que se consideram espiritualizados. Quem quer que tenha algum conhecimento verdadeiro da Arte da Bruxaria que se intitulava "Ofício dos Sábios", hoje conhecida por muitos como Wicca, sabe que o tempo se encarregou de eliminar as práticas supersticiosas que só ficaram restritas a época da Inquisição.
Se a pessoa teve alguma experiência prática dessa mesma arte, saberá que a "Antiga Religião" é a representação máxima do poder feminino representado pela força da lua crescente cuja abertura mental é voltada para os aspectos intuitivos do ser humano. A Grande Sacerdotisa é aquela que encobre a si mesma pelos véus do mistério ante a uma curiosidade daqueles que de fato ainda não se tornaram de corpo, mente e alma, verdadeiros buscadores da Verdade, que se dedicam de fato, ao estudo da filosofia e da prática, em detrimento do curioso que é incapaz de levar adiante uma tarefa, pois está sempre querendo fazer muitas coisas ao mesmo tempo, e que portanto não consegue executar bem, nenhuma de suas tarefas. Energeticamente pessoas assim estão sempre iludidas em relação a si própria, bem como a vida.
Há muitos fatores que devem ser tomados em consideração, mas dois são de fundamental importância para a compreensão desse ensaio, imaginem a Sacerdotisa que assim como o Mago se coloca no centro de dois pilares, num deles observamos a "Misericórdia" que acima de tudo representa a prisão do espírito unicamente aos laços materiais, e o outro seria o "Rigor" que seria a elevação espiritual em cuja união desses opostos representa, não o resultado de uma soma aritmética, da qual só pode haver um total, mas sim o resultado final de um número indefinido de fatores que se contrabalançam, tais como luz-trevas, masculino-feminino, etc. O Sangue derramado pela Sacerdotisa na época da Inquisição são por si só a própria transmutação alquímica que visa a sua Ascensão, pois o aspecto do Divino Feminino representa por si mesmo a própria manutenção do equilíbrio planetário, em seus aspectos mais nobres tais como a reserva, a persuasão, a intuição plena, o silêncio, a diplomacia e a sutilidade do poder. Razão e Intuição eis as chaves desse Poder e a polaridade em seu equilíbrio, afinal quem nos dias de hoje não luta pelo seu espaço na sociedade, pela ambição sadia da conquista de bens materiais (deixemos a hipocrisia, nesse caso, de lado).
Mas se entendermos que existe o "algo mais", eu já me congratulo com você, pois é capaz de enxergar um pouco mais que a maioria das pessoas. O verdadeiro Poder está calcado na sua força interna, e por isso mesmo representado pela força da mulher ante a sua capacidade única de gerar a vida.
A Sacerdotisa só foi derrotada em seu Poder Matriarcal (vide a história de Cleópatra no antigo Egito) quando permitiu que sua impulsividade tomasse conta de suas ações gerando a falta de um equilíbrio. A Racionalidade pura nos programa para agir como autômatos ante coisas da vida, e a intuição nos faz refletir sobre as situações que defrontamos, evitando talvez conseqüências desagradáveis. A Magia, é muito mais uma arte do que uma ciência, é também o fator pessoal, que nos faz agir num sentido mais diplomático e mediador, chamado de "Caminho do Meio". Vamos exemplificar.
Ninguém pode negar que existam marés boas e ruins em nossa vida. É preciso portanto entender que a alma pode facilmente transpor as barreiras impostas e ganhar as alturas se procurarmos sempre nos centrar em nossos potenciais internos. As intuições só se tornam falhas, nessa ocasião, se surgir uma tensão súbita, que nos faça sentir fartos em relação a esses potenciais. Por outro lado, uma força compensatória pode entrar em ação; a força de vontade que pode ser suficiente para manter o equilíbrio até que a maré tenha passado e o nó da vida se desfaça automaticamente. Uma coisa é certa - se a vida estiver pendendo na balança, o fato de se deixar de lado a intuição será um poderoso fator de depressão que poderia servir para fazer virar a balança positivamente em relação a nossas vidas. Devíamos antes de nos contentarmos ao dizer que as marés críticas são passageiras, de lutarmos com todos os nossos "Poderes Internos" para mudarmos tal situação, isto bastará para servir de advertência, sobre formas religiosas retrógradas do velho Aeon que nos induzem a uma auto-sugestão paralisadora. Devemos, portanto, reforçar por todos os meios a nosso alcance, a batalha contra o conformismo de uma situação; mas não quero com isso dar a entender que devamos evitar precauções e medidas extremas, pois é nosso dever cumprir as leis da Natureza enquanto estivermos sob a jurisdição dessas leis. E a atitude mental que me refiro. Podemos lutar ferozmente contra nossos revezes, mantendo corpo e alma unidos pelo poder de uma vontade concentrada.
Amor é a lei, amor sob vontade.