Goethe Tempo de Viver Pacto & Iniciação Vida,Tempo e Dinh. Salomão Escuridão e Luz Quem? Desmistificando Mistérios Os escravos Só depende de vc Revelações Época Fantástica! Sorte no Jogo Mente Aberta A Natureza da Alma Curso Básico de Magia
Alexis, o irmão mais novo de Anastásia foi várias vezes curado pelo bruxo da  família Russa, seu nome Grigory Rasputin. Nós sabemos agora que seus poderes místicos  estavam acima da média especialmente no campo da cura e da clarividência. Grigory  Rasputin, o "monge do diabo" - como era chamado, é a figura a mais misteriosa na  tragédia dos Romanov. Nascido da família de camponeses siberianos, Rasputin tornou-se  o conselheiro mais próximo de Alexandra devido a sua habilidade de curar os sofrimentos  do seu filho. Como místico poderoso e clarividente, Rasputin podia de fato curar e ver o  futuro chegando a prever sua própria morte. Ele informou para a família real que  morreria se sua morte fosse causada pelo aristocracia. Tudo isto veio a suceder. Rasputin  influenciou as decisões políticas do Czar. Seus conselhos ajudaram ao governo imperial.  Como conselheiro, suas percepções era sempre benéficas para a Rússia e isto foi provado.  Não obstante, o poder que o destruiu foi causado pela a inveja e pelo ódio dos rivais  aristocráticos. Rasputin era um homem que deveria ter sido motivo de orgulho para Rússia. Se  tivessem prestado uma atenção mais sensível aos seus conselhos principalmente nas  virtudes da liberdade de expressão, veriam que Rasputin do usou sua mágicka para trazer  a Rússia para uma nova idade dourada, contudo a avareza e a confusão dominaram as  mentes dos aristocratas rivais.  Estes rivais assassinaram Rasputin. Dispararam tiros pelas suas costas como  covardes que eram. Após Rasputin ter usado o seu conhecimento mágicko na cura de  suas feridas, seus rivais aristocratas verificaram que ele não morreria facilmente. Eles  então o envenenaram, dispararam mais tiros nele e finalmente afogaram-no.   Em 30 de dezembro de 1916, o príncipe Yussoupov e seus amigos convidou  Rasputin a uma festa onde envenenaram sua bebida, logo em seguida atiraram no monge  e o afogaram finalmente. O corpo de Rasputin foi recuperado mais tarde num banco de  areia do rio gelado. Foi assassinado por tolos desmiolados que não souberam medir as  conseqüências de seu ódio.   Aqui está uma carta que Rasputin escreveu antes de sua horrível morte. Previu que  se morresse em conseqüência dos Romanov ou se os parentes dos Romanov o matassem,  a família inteira dos Romanov, incluindo suas crianças, morreriam dentro de um ou dois  anos. Dois meses mais tarde, a família de Romanov foi assassinada pelo Bolcheviques.  Ninguém sabe ao certo sobre o trabalho de Rasputin, podemos afirmar que ele não teve  nenhuma afiliação com o Lênin ou os Revolucionistas. O Russo Rasputin foi acusado de  aprender magia com os ciganos e ter feito um pacto com o diabo para tal. Teorias tolas  dos povos que não sabem nada sobre a potência centralizada de magia(k) que envolvem  um bruxo que se tornou conselheiro da família real.   Está aqui a prova que Rasputin tudo previu.   "Eu escrevo e deixo esta carta sobre mim em St. Petersburgo. Eu sinto que deixarei  a vida antes janeiro de 1… se eu for morto por assassinos comuns, em especial por meus  irmãos camponeses russos, você Czar da Rússia, não terá nada há temer, resplandecerá  em seu trono e governará, além disso, Czar, não terá nada temer por suas crianças, que  reinarão por centenas de anos na Rússia… contudo se forem seus familiares os  causadores de minha morte, ninguém na sua família, devo dizer, nenhumas de suas  crianças ou parentes, permanecerão vivas por mais de dois anos. Serão mortos pelo povo  russo… sobre o qual você deveria refletir e agir prudentemente. Pense em sua segurança e  diga a seus parentes que serei pago por eles com meu sangue. Eu serei morto. Eu não  tenho muito tempo de vida. Reze, reze e seja forte, pense na sua abençoada família.  Grigory." Nós podemos observar sem uma mente preconceituosa de que relações tais como a  de um Bruxo Real com uma família Real sempre ocorreram. A mesma ligação mágicka, a  mesma confiança e o mesmo poder de prever desastres ou promover curas são vistas na  história por outros bravos místicos que trabalharam como Magos para reis ou rainhas.  Devemos notar a relação entre a rainha Elizabeth I com Dr. John Dee. Aqui a história era  completamente diferente. A rainha sustentou e protegeu o Dr. John Dee e o Dr. Dee  gratificou a família Real e o país dando-lhes dois talismãs mágickos que fizeram da  Inglaterra um dos maiores impérios da Terra. Estes dois talismãs mágickos eram um  livro de navegação e o sistema de Enoquiano de Magia(k). Você vê aí uma história muito  mais feliz esta do Dr. John Dee e sua família real do que a de Rasputin.   Com o advento da lei de Thelema eu predigo que os relacionamentos similares com  governos ou governantes reais ocorrerão num futuro próximo. A.C. previu que a primeira  nação para aceitar a Lei de Thelema serão mestres espirituais do mundo. Que maneira  melhor realizar isto do que tendo alguém com a mesma capacidade de Dr. John Dee ou  Rasputin?   Deixo esta lição para aqueles que compreendem este gesto mágicko para o futuro  de seu país e recordem a lição de Rasputin e de Dr. John Dee. Uma operação Mágicka de  tal amplitude só poderá ser empreendida por um adepto avançado que conheça  procedimentos mágickos de se executar trabalhos externos de forma cuidadosa.   
Ensaios    Ensaios
O Grande Sucesso da E.I.E.! Foi deste curso que nasceu  a nossa escola. Este curso é  imprescindível tanto  aos  inciantes quanto para os  ocultistas mais avançados,  ele é um guia para qualquer  magista. Ele é básico só no nome,  porque serve de base para  todo tipo de magia e de  sistema mágico que o aluno  queira seguir.   Este curso já vendeu mais  de 50,000 cópias e já foi  enviado para diversos  países!  Confira o seu conteúdo  dclicando no botão   abaixo.
+ detalhes + detalhes + detalhes
                               E.I.E. Caminhos da Tradição - todos os direitos reservados
O BRUXO DO CZAR Por David Bersson (Frater Sphinx) Tradução Francisco Marengo (Frater Magister)