Desde que você se considere um esoterista, membro de fraternidades iniciáticas ou um mero estudioso das Ciências Ocultas e Arcanas, desde o início fará parte o estudo desses seres que são extremamente mal interpretados. Assim, o objetivo é trazer ao público um material de estudos confiável e abrangente, que não se prende a nenhum tipo de sistema filosófico em específico, mas abrange desde o sistema judaico-cristão até as formas mais antigas desse estudo. Por outro lado, tanto os demônios como os anjos, ou o mito angelical, despertam certo sentimento romanceado na psique humana, tanto sobre sua criação ou contato com os seres humanos, sejam dos fiéis servos de Deus até os terríveis anjos caídos ou apocalípticos. Sua natureza ora doce e protetora, ora terrível e implacável, nos remete às antigas fábulas e contos das mil e uma noites. Nos faz desejosos de conhecer os mistérios que envolvem esses seres e principalmente as fórmulas mágickas corretas para estabelecer contato com eles. 

A partir do momento em que pude observar que a maioria dos sistemas sérios de magia tem como principal objetivo, antes do desenvolvimento mágicko, o contato com o Sagrado Anjo Guardião, iniciei meus estudos nesse sentido e como vivenciei uma profunda experiência mística, me senti impelida a me aprofundar cada vez mais no estudo desses seres. 

Os anjos estão sempre à nossa volta. Os anjos e suas subdivisões possuem uma grande diversidade de afazeres na manutenção do equilíbrio cósmico. Existem é claro os anjos encarregados de regerem determinado planeta, e sua função vai desde a criação, manutenção, equilíbrio de nosso sistema, até a intervenção de assuntos ou eventos que poderiam afetar profundamente nosso sistema. Convém lembrar que o Universo é muito maior do que a mente humana pode conceber e cada vez mais a ciência avança no sentido de aprender mais sobre os considerados mundos sutis que envolvem também a crosta terrestre, bem como suas influências diretas ou indiretas nos seres vivos. 

Os diversos coros angelicais, Anjos, Arcanjos, possuem diversas funções. Há anjos que são guardiões de pessoas, outros são encarregados de zelar países, lugares, cidades, florestas, profissões, estações do ano, etc. Eles estão a nossa volta, mas não nos procuram, somos nós que devemos procurá-los, inclusive nosso Sagrado Anjo Guardião, pois de acordo com fontes canônicas, este pode até se afastar de nós. 

Podemos comprovar que a partir do momento em que fazemos contato com o nosso anjo somos mais protegidos, através dos fatos do dia-a-dia, acidentes evitados, por exemplo, entre outros. Além é claro de realmente sentirmos sua presença, ouvi-lo, sentir seu perfume e algumas vezes até vê-lo de fato. Cada pessoa desse planeta possui um Sagrado Anjo Guardião. Esse anjo é designado na hora do nascimento. Sim, mas a coisa não funciona como vemos em filmes, anjinhos bonzinhos que vão cuidar de nós, muito pelo contrário, eles na verdade são nosso elo de ligação com o Divino, e este elo pode ser estreitado na conformidade com nossa conduta aqui na Terra. Também existem os caminhos ou fórmulas de consecução espiritual, digamos, para que o ser humano possa trilhar e estabelecer este contato. Eu arriscaria a dizer que estes anjos estão conosco muito antes do nascimento, antes mesmo da concepção, são elos que temos antes de nossa encarnação. Você já se perguntou sobre o seu papel como ser humano nessa vida? Se a você foi designado algum papel importante para sua vida, nem que seja com a função de esclarecimento, a descoberta de um medicamento para cura de uma doença? Qual é a sua missão nessa vida, de onde viemos, para onde iremos? Estas são perguntas intrigantes que esse contato mais próximo com o nosso Elo Sagrado poderá responder. De maneira resumida, podemos dizer que o nosso Anjo Guardião tem a função de nos ajudar a cumprir nossa missão aqui na Terra. Para isso ele nos protege, nos guia e nos inspira. 

Existem pessoas que estão mais próximas dos seus anjos e outras mais distantes? Por que? Estar em contato com o SAG é um estado de ser, um estado de espírito. Pode ser visto como uma conquista ou até mesmo um dom espiritual. Como é uma conquista pode ser alcançada pelo trabalho espiritual, como é um dom pode ser nato e predestinado, como no caso dos avatares que vivem e viveram por todos os Aeons de tempo. Depende somente da vontade da pessoa. É como cultivar uma amizade. Estamos sempre mantendo contato com as pessoas que amamos e com o Anjo não é diferente. Se você se afastar dele, ele se afastará de você, simples assim. 

E como podemos nos aproximar mais do nosso Sagrado Anjo Guardião? Sempre disse que nossa vida é representada pelo conjunto de atitudes que temos em relação às pessoas e ao mundo que nos cerca. As pessoas podem muito bem escolher se querem estar em contato com seu Sagrado Anjo ou com seu Demônio interior. 

Digamos que o Sagrado Anjo represente suas virtudes e o Demônio seus vícios. É óbvio que um escravo dos vícios não poderá nunca cruzar o abismo que o separa do seu anjo. Isto pode ser visto também como uma fórmula para o autoconhecimento e seu desenvolvimento interior, pois ninguém é perfeito nessas paragens. Note que eu não gostaria de dizer aqui palavras como bom ou mau, certo ou errado, e sim que a verdade relativa é mutável e a verdade absoluta reside em nosso âmago estando ela atada com um elo profundo com o SAG. 

Além da nossa conduta, há também rituais que podem nos aproximar e despertar a nossa mente para sua Divina Presença. Toda pessoa pode desenvolver a capacidade de sentir a presença de seu Sagrado Anjo Guardião ou de outros anjos através da consecução mágicka ou do caminho místico e espiritual é possível em maior ou menor grau estabelecer esse contato. Isto varia obviamente de pessoa para pessoa, pois uns poderão sentir uma dificuldade em maior ou menor grau. Mas é importante que se diga que o contato com o SAG é um bem que pode ser conquistado por qualquer pessoa. 

Magia angelical é o trabalho espiritual que se pode fazer com os anjos, tanto em nosso benefício, como de outras pessoas. A energia dos anjos é muito presente em nossas vidas. A magia angelical nos ensina a aproveitarmos um pouco desse inesgotável manancial cósmico que essa força representa. 

Com a magia angelical podemos ajudar outras pessoas? Sem dúvida alguma, todo trabalho mágicko feito com firme intenção de propósito e vontade fortemente dirigida para um fim, surte o efeito desejado. Nós nos utilizamos disso em nossas vidas e em benefício de quem nos procura. Sempre com excelentes resultados. 

Existem anjos maus ou anjos caídos? Como podemos fazer essa distinção? Os anjos têm determinadas funções que para a maioria dos seres humanos pode ser vista ou interpretada de maneira ruim, ou simplesmente não compreendida. Por exemplo, o anjo da morte seria encarregado de conduzir as pessoas no momento do seu desencarne físico. Anjos apocalípticos, anjos guerreiros, nem todos os anjos possuem funções de uma natureza mais branda ou suave, alguns possuem uma natureza destrutiva, no sentido de destruir o antigo para que o novo possa renascer. Os anjos caídos representam o arquétipo do homem em sua queda e ascensão da busca pelo conhecimento. Apesar de sua “pretensa queda” eles têm sua função também, que seria administrar as mazelas humanas oriundas do material mental denso que impregna a crosta terrestre. O homem escolheu aprender pelos seus próprios erros, e, portanto, o caminho mais íngreme e pedregoso em sua escalada evolutiva, pois traz dores físicas, morais e espirituais. Nada escapa da grande trama universal, sem que se tenha um objetivo definido, mesmo que pareça tortuoso, lembra bem aquele ditado: “Deus escreve certo por linhas tortas”. 

Em Hebraico a palavra “Malakh” significa anjo. Quando o Velho Testamento foi traduzido ao Grego, os tradutores bíblicos encontraram duas palavras que poderiam designar os anjos. Essas palavras eram “angelos” que significa um mensageiro não necessariamente divino e “daimon”, significava um espírito que podia influenciar para o bem ou para o mal de uma pessoa. Mas devido ao fato de que “Daimon” podia ser também um espírito maligno, os tradutores bíblicos optaram por usar a palavra “angelos” como tradução perfeita para “malack” ou mensageiro divino. De “angelos” derivou-se a palavra “Anjo” que hoje comumente usamos para definir as entidades celestiais. Com o transcorrer do tempo a palavra Grega “daimon” passou a representar somente os espíritos maléficos e foi assim que a palavra demônio foi acrescentada ao nosso vocabulário. Como se pode notar existem anjos maus e bons, mas por uma questão de nomenclatura, designamos os bons como “anjos” e os maus como “demônios”. Pode-se distingui-los um dos outros com facilidade, basta notar o tipo de influência energética que ele exerce sobre nossa vida. Pessoas sob influência de um “Anjo Contrário”, como são chamados, tem tendência a serem pessoas maldosas, aproveitadoras, promíscuas e com maior tendência ao alcoolismo e uso de drogas. 

Meu desejo é trazer aspirações para se conectarem com seu “Eu Sagrado”, para entender um pouco dessa grande trama universal que nos envolve e, finalmente, para aprender a se sintonizar ou mesmo se harmonizar com as forças da natureza de modo a trazer o que costumo chamar de Trinômio da Felicidade para suas vidas. Esse Trinômio diz que você não pode ser feliz se for mal amado, se faltar recursos para viver com fartura e abundância, afinal a natureza é riqueza absoluta, e é terrível saber que poucos têm muito e muitos nada tem nem mesmo para o essencial em suas vidas, e por último, e talvez mais importante, a saúde, sem a qual os outros aspectos perderiam o sentido. 

Gostaria que todos os leitores vivenciassem uma profunda experiência mística, como a que eu tive o privilégio de vivenciar. E que esta experiência pudesse mudar a visão e a vida de cada um deles, assim como aconteceu comigo. Que os leitores possam se conectar com estes Seres de Luz e que alcancem o que almejam e, principalmente, que este livro seja um instrumento para que as pessoas busquem mais se conectar com o Divino e atraiam mais energia celestial para o nosso Planeta, que está precisando. 



Sobre os autores:
Francisco Marengo e Giselle Galvão são empresários, tarólogos, astrólogos, numerólogos e terapeutas holísticos. Palestrantes em cursos motivacionais e esotéricos. Há décadas vêm desenvolvendo trabalhos na linha Ocultista Hermética e Cabalista, Afrobrasilieira, Afrohaitiana como mestres e sacerdotes. Além disso, são maçons, rosacruzes, templários e universalistas. São fundadores da Escola Iniciática Esotérica Caminhos da Tradição.  Dirigem também a Society Ordo Templi Orientis Brasil e a Ordem Franco Maçônica da Centúria Dourada para o Brasil e países de língua latina.